Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Alta do custo de vida é maior para os mais pobres, mostra Dieese

SÃO PAULO - O custo de vida subiu mais para os mais pobres no mês de julho no município de São Paulo. Dados divulgados nesta quarta-feira pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudo Socioeconômicos (Dieese) mostram que os produtos comprados pelas famílias mais pobres, com renda média de R$ 377,49, sofreram a maior variação de preço (1,22%).

Agência Brasil |


Para as famílias com nível intermediário de rendimentos (R$ 934,17, em média), a variação foi de 0,95%. As famílias de maior poder aquisitivo, com renda média de R$ 2.792,90, foram as menos prejudicadas pela inflação, com alta de 0,73%.

Em junho, foi registrado resultado similar Segundo o Dieese, o custo de vida subiu, na média, 0,97%, mas, para quem tem renda de até R$ 377,49 por mês, o aumento foi de 1,48%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG