Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Alitalia é obrigada a pagar multa por falta de assistência a passageiros

Roma, 13 nov (EFE) - A companhia aérea italiana Alitalia recebeu 16 sanções, no total de 255 mil euros, devido à falta de assistência aos passageiros durante a greve realizada pelos funcionários de ar e terra na última segunda-feira no aeroporto de Fiumicino, duranta a qual foram cancelados 124 vôos. As sanções foram anunciadas pelo Ente Nacional para a Aviação Civil (Enac) e seu presidente, Vito Riggio, afirmou que ampliará os controles sobre as conseqüências da greve a dias sucessivos e que a Alitalia poderia pagar entre 500 mil e um milhão de euros. Em Fiumicino foram cancelados hoje 30 vôos e outros registram atrasos em chegadas e saídas. As anulações são causadas pela greve realizada por parte dos funcionários da companhia aérea contra o novo convênio coletivo oferecido pelos futuros compradores da Alitalia. Com estas novas suspensões, o aeroporto de Roma soma seu quarto dia seguido de inconvenientes causados por parte dos trabalhadores da Alitalia. Na quarta-feira, os trabalhadores continuaram seu protesto com uma greve que levou à supressão de outros 50 vôos. Enquanto isso, aumenta o cansaço e a irritação entre os passageiros ainda nas filas dos vôos internacionais para tentar voltar para casa. Em Bruxelas, o comissário de Transportes da União Européia (UE), Antonio Tajani, assegurou que fiscaliza o cumprimento dos direitos dos passageiros no transporte aéreo. Acho que a UE tem o dever de proteger os direitos dos passageiros, ressa...

EFE |

EFE cps/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG