Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Alimentos em queda reduzem inflação em São Paulo

Rio, 2 - A inflação na cidade de São Paulo até a quarta quadrissemana de agosto, medida pelo IPC-S e que registrou taxa de 0,13%, foi a menor registrada desde a terceira semana de março deste ano, quando subiu 0,11%. A informação é do economista da Fundação Getúlio Vargas (FGV), André Braz.

Agência Estado |

De acordo com ele, esse cenário de inflação baixa na capital paulista foi beneficiado pela queda de 0,64% nos preços dos alimentos na cidade, no mesmo período - a queda mais intensa desde a segunda semana de março deste ano, quando o setor de alimentação teve deflação de 0,78%.

O economista informou que, em São Paulo, houve intensificação nas quedas de preços de arroz e feijão (de -1,29% para -2,46%); hortaliças e legumes (de -5,76% para -6,78%); laticínios (de -1,17% para -2,07%) e massas e farinhas (de -0,84% para -1,02%). "Houve quedas de preços tanto nos alimentos processados quanto nos preços de alimentos in natura", comentou.

Ainda de acordo com Braz, o grupo dos alimentos foi responsável pelas desacelerações ou deflações mais fracas em seis das sete capitais, entre a terceira e a quarta quadrissemana de agosto. "Com certeza o setor de alimentação foi determinante para esse cenário", disse, acrescentando que os itens alimentícios também foram o motivo pelo qual a taxa de inflação medida pelo IPC-S no Rio de Janeiro manteve-se em 0,17%, no mesmo período.

Uma continuidade nesse cenário de desaceleração e queda nos preços dos alimentos e, por conseqüência, nas taxas do IPC-S nas capitais, não está descartada. "Pelo que podemos ver no atacado, ainda há deflações e desacelerações de preços no grupo alimentação que podem ser repassadas para o varejo", disse, reiterando que essa movimentação de preços pode continuar apenas em um horizonte de curto prazo. "Podemos ver que os preços das commodities agrícolas estão flutuando agora", afirmou, não descartando uma movimentação de alta nesses itens, no médio prazo - elevação essa que poderia ser repassada para o varejo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG