Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Algar cria estrutura única p/serviços de TI, Business e consultoria

Por acreditar que, em tempos de crise, as empresas tendem a apostar em tecnologia para tornar suas operações mais eficientes, a Algar decidiu criar uma só estrutura para prestar serviços de TI, Business Process Outsourcing (BPO) e consultoria. Com a Algar Tecnologia, como foi chamada a nova companhia, o grupo, que atua nas áreas de telecomunicações (via CTBC), agronegócios e turismo, consolida sua presença em TI e serviços.

Agência Estado |

A Algar Tecnologia resulta da união entre a empresa de Data Center e TI da operadora CTBC e a ACS, empresa do grupo que oferece contact center e BPO, que é uma forma de terceirizar o gerenciamento de infra-estrutura de uma empresa. Entre o processo de integração das operações e manutenção das atividades das áreas de negócios que já existiam, foram investidos, em 2008, R$ 20 milhões. Para 2009, estão programados aportes de outros R$ 22 milhões ou R$ 23 milhões, dinheiro que sairá da própria geração de caixa da companhia. Parte destes recursos foi utilizada para dobrar a capacidade do centro de dados da empresa, que agora terá quatro mil servidores.

A empresa nasce com sete mil funcionários, cerca de 100 clientes corporativos ativos (entre eles Claro, Bradesco Cartões e Avon) e previsão de faturar R$ 220 milhões em 2008. O vice-presidente executivo do grupo, Luiz Alexandre Garcia, espera que a Algar Tecnologia tenha receitas 20% maiores em 2009. A prestação de serviços de tecnologia, no entanto, deverá continuar, em 2009, a representar 10% do faturamento consolidado, mesmo patamar calculado para 2008. No momento, as operações ficarão concentradas em Uberlândia (MG) e Campinas (SP), com escritórios comerciais em São Paulo, interior do Estado, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília e Curitiba.

Novas contratações estão em curso. Porém, de acordo com o presidente da Algar Tecnologia, José Antônio Fechio, o alvo serão aqueles profissionais com maior especialização. Ele preferiu não revelar o número de pessoas que planeja empregar. Na mira da Algar Tecnologia, conforme o executivo, estão clientes dos setores de saúde, indústria, educação, financeiro, mídia e entretenimento, utilities e governo.

Na avaliação de Garcia, a oferta integrada de produtos e serviços a partir da criação desta empresa aumentará a produtividade do grupo. Ele reconhece que, os investimentos dos clientes em TI, outsourcing e em otimização de processos podem crescer a taxas menores que o previsto. "Mas existe o reconhecimento de que a tecnologia pode reduzir custos, otimizar processos e alavancar resultados de seus negócios. Assim, estes serviços tendem a estar sempre no radar estratégico das empresas, mesmo em época de crise", opinou.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG