Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Alencar defende a Petrobrás e pede respeito aos contratos

O Brasil não pode, de forma alguma, desrespeitar os contratos já firmados na questão da exploração das reservas de petróleo na camada do pré-sal na Bacia de Santos. A afirmação foi feita ontem pelo vice-presidente da República, José Alencar, a jornalistas, após participar de evento para comemorar os 40 anos da revista Veja.

Agência Estado |

De acordo com Alencar, é preciso valorizar a Petrobrás, que foi fundada em 1953 e tem um conhecimento muito grande do tema. "A Petrobrás alcançou um patamar de conhecimento tecnológico que é de fazer inveja no mundo inteiro, principalmente na exploração de óleo em águas profundas", destacou o vice-presidente.

Alencar evitou dizer se é contra ou a favor da criação de uma nova estatal para administrar os recursos provenientes da exploração do petróleo abaixo da camada de sal. "A forma que se vai explorar é muito simples: seguindo a orientação da Petrobrás", afirmou.

De acordo com o vice-presidente, até o fim deste mês o grupo interministerial de trabalho que analisa as mudanças nas regras de exploração do pré-sal apresentará a "idéia" que está sendo formada.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG