Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Alencar culpa política monetária por queda na indústria

BRASÍLIA - O vice-presidente José Alencar responsabilizou a política monetária do Banco Central pela retração na produção industrial e no nível de emprego. A política monetária é restritiva e desencoraja investimentos na indústria, afirmou.

Redação com Agência Estado |

De acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo IBGE, a produção industrial em novembro registrou uma queda de 5,2% em relação a outubro.

Alencar voltou a criticar o elevado patamar dos juros no Brasil e utilizou uma expressão que, segundo ele, era usada por seu pai para se referir a tragédia: "Os juros no Brasil são uma tribusana".

Ele classificou como um equívoco a manutenção da taxa Selic em 13,75% ao ano. De acordo com suas informações, a Selic corresponde hoje a um juro real de 8%, o que "é mais de dez vezes superior à taxa básica média real do mundo.

José Alencar disse que não tem nada contra o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, e nem contra o Comitê de Política Monetária (Copom). "Pensam que ele (Meirelles) foi o responsável pelo fim da inflação. O Brasil vai bem, apesar da política monetária. Não é graças à política monetária. Porque esta política monetária vai levar em 8 anos R$ 1,2 trilhão. Isso é um absurdo. Para combater a crise, é preciso investimentos maciços em infraestrutura, transporte, energia, saúde, saneamento básico e educação. Se o Estado fizer tudo isso, nós espantamos a crise", disse.

Alencar insistiu que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) é prioridade absoluta. Lembrou que a crise é contagiante e que é preciso combatê-la. "Se começa a falar em crise, crise, crise, acaba abraçando a crise e deixando que ela chegue".

Ao ser questionado sobre desemprego, Alencar disse: "Estamos pregando que a crise internacional não é nossa e não temos nada com ela, porque não contribuímos para ela. Mas o mundo é globalizado e ela (a crise) atinge todos nós. Nossa grande preocupação é o desemprego que ela pode trazer. Não tem coisa mais complicada do que um pai de família chegar em casa e dizer que perdeu o emprego. Temos de consumir, que produzir", afirmou o vice-presidente.  

Leia tudo sobre: jose alencarjosé alencar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG