Berlim, 19 abr (EFE).- O departamento alemão de segurança aérea ampliou até pelo menos as 16h (horário de Brasília) o fechamento do espaço aéreo alemão por causa da nuvem de cinzas de um vulcão islandês.

Berlim, 19 abr (EFE).- O departamento alemão de segurança aérea ampliou até pelo menos as 16h (horário de Brasília) o fechamento do espaço aéreo alemão por causa da nuvem de cinzas de um vulcão islandês. Enquanto isso, são cada vez mais as companhias aéreas que criticam a medida. Wolfgang Nmayrhuber, presidente da Lufthansa, a maior companhia aérea alemã, sustentou hoje em declarações à rede de televisão pública "ZDF" que "já não existe perigo". Tanto Mayrhuber como os chefes de outras companhias criticaram que as autoridades oficiais se tenham limitado a tomar como parâmetro uma simulação por computador realizada no Reino Unido, e que não se tenham feito ainda medições reais. EFE ih/ma
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.