O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha, maior economia europeia, registrará em 2009 uma contração de 2,25%, segundo projeções oficiais.

Em 2008, o PIB alemão registrou alta de 1,3%.

O país europeu, principal exportador mundial, acusa o impacto da recessão mundial e da crise financeira internacional, de acordo com um comunicado do governo.

"A economia alemã enfrenta o maior desafio desde a Reunificação", destaca o texto, em uma referência à união entre Alemanha Ocidental e Alemanha Oriental em 1990.

No entanto, tem mais armas que antes para enfrentar a crise, graças a reformas realizadas nos últimos anos e aos pacotes de estímulo anunciados nas últimas semanas.

Leia mais sober recessão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.