Tamanho do texto

Segundo jornal, revisão ocorre por recuperação acima do esperado no segundo trimestre

selo

O governo da Alemanha vai elevar a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010 para 3%, de uma expansão de 1,4% prevista anteriormente. Segundo noticiou o jornal local Neuen Osnabrücker Zeitung, a revisão se deve a uma recuperação maior do que o esperado no segundo trimestre.

O governo de Berlim também espera uma melhora no mercado de trabalho, com o número de desempregados caindo abaixo de 3 milhões, divulgou o jornal, citando funcionários importantes do partido União Democrata Cristã (CDU, na sigla em inglês), da chanceler Angela Merkel.

Em abril, o governo federal manteve sua previsão de crescimento inalterada em 1,4%. Mas no mês passado, o banco central revisou sua projeção "para cerca de 3%", de 1,9%.

No segundo trimestre, a economia da Alemanha, que é o membro mais rico da zona do euro, registrou um crescimento de 2,2%, o maior nível desde a reunificação do país, em 1990. O número de trabalhadores desempregados no país ficou em 3,19 milhões (7,6%) em agosto.

"Para 2011, o governo vê claros sinais de uma continuação no crescimento e progressos positivos no mercado de trabalho, mesmo que a taxa de expansão seja menor do que a deste ano", disse Georg Schirmbeck, especialista em Orçamento do CDU. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.