Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Alemanha e Brasil creem em acordo UE-Mercosul ainda em 2010

Brasília, 10 mar (EFE).- Os ministros das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim e da Alemanha, Guido Westerwelle, reiteraram hoje sua confiança em que a União Europeia (UE) e o Mercosul chegarão este ano ao acordo comercial que perseguem há uma década.

EFE |

"Não acho impossível que antes do fim de ano tenhamos as bases para esse acordo, que ganha mais importância com a estagnação da Rodada de Doha no marco da Organização Mundial do Comércio (OMC)", declarou Amorim em entrevista coletiva.

O acordo com o Mercosul é uma das principais metas da Presidência espanhola da UE. Tanto o Brasil quanto a Alemanha confiam que até maio, quando será realizada a cúpula bienal do bloco europeu com a América Latina e o Caribe, em Madri, serão dados passos importantes.

Segundo Amorim, "a UE e o Mercosul ganhariam" com um convênio dessa natureza, que permitiria ampliar os horizontes comerciais dos blocos".

Westerwelle, que iniciou hoje uma visita oficial ao Brasil, destacou que, neste momento, "há uma muito boa vontade" de alcançar acordos tanto nos países europeus como nos membros do Mercosul.

O ministro alemão segue amanhã para São Paulo, onde conhecerá as instalações da empresa Siemens e se reunirá com diretores da Câmara de Comércio Exterior Brasil-Alemanha.

Sexta-feira é a vez do Rio de Janeiro receber Westerwelle, que visitará a Eletrobrás. Ele também se reunirá com autoridades locais e com os comitês organizadores da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016. EFE ed/pb/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG