A Alemanha deve adotar um segundo plano de resgate econômico de um total de 40 bilhões de euros (57 bilhões de dólares), informou nesta sexta-feira a revista Der Spiegel em seu site.

Esta soma será destinada principalmente a investimentos em massa em infra-estrtuturas públicas e diminuiçõs de impostas.

O governo alemão já adotou há algumas semanas um primeiro plano de resgate equivalente a um esforço orçamentário de 12 bilhões de euros (17 bilhões de dólares).

Berlim acrescentou este total ao das medidas já adotadas no início de outubro, independente da crise financeira, para alcançar a cifra de 31 bilhões de euros (44,7 bilhões de dólares).

aue/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.