Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Alemã E.on deixa de receber gás russo a partir da Ucrânia

Frankfurt (Alemanha), 7 jan (EFE).- A companhia alemã de energia E.

EFE |

on informou hoje que deixou de receber gás russo a partir da Ucrânia, mas disse que o abastecimento a seus clientes está garantido.

O porta-voz da filial de gás E.on Ruhrgas, Kai Krischnak, disse à Agência Efe que a empresa conseguirá o gás russo através de rotas alternativas na região.

A E.on Ruhrgas, o maior importador de gás na Alemanha, teve ontem fornecimento de gás russo vindo da Ucrânia durante algumas horas, mas hoje foi totalmente interrompido, acrescentou a fonte.

O gigante alemão da energia recebe 26% do gás da Rússia, 25% da Noruega e o resto da Holanda, Reino Unido e da Alemanha.

Krischnak disse que a E.on tem a situação sob controle e que nenhuma família na Alemanha ficará sem gás devido à interrupção do fornecimento de gás russo a partir da Ucrânia.

O diretor da E.on Ruhrgas, Bernhard Reutersberg, pediu que as duas partes, Rússia e Ucrânia, encontrem em breve uma solução.

Em um momento no qual uma onda de frio castiga a Alemanha, a crise do gás entre Rússia e Ucrânia já teve efeitos no abastecimento desse combustível à maior economia da zona do euro, como denunciaram as companhias E.on e a RWE, após sofrer restrições parciais ou totais no fornecimento. EFE aia/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG