O álcool combustível (etanol) permanece competitivo em 15 Estados brasileiros, segundo preços semanais de combustíveis divulgados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) e compilados pela Agência Estado . A gasolina está mais competitiva que o etanol em 10 Estados e em dois Estados é indiferente utilizar etanol ou gasolina no tanque de combustível.

Os Estados em que o etanol permanece mais competitivo que a gasolina para o consumidor são São Paulo (onde o preço do etanol corresponde a 54% do preço da gasolina), Mato Grosso (54,42%), Paraná (59,04%) e Espírito Santo (61,61%). A relação é favorável à utilização do etanol até 70%, que é a potência energética dos motores a álcool em comparação com aqueles à gasolina. Outros Estados em que a utilização do etanol é favorável são: Bahia, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina e Tocantins.

Já a utilização da gasolina é mais competitiva nos Estados do Amapá (91,36%), Roraima (79,62%), Paraíba (76,91%) e Pará (76,37%). A gasolina também é mais vantajosa no Acre, Amazonas, Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Em Alagoas e Pernambuco é indiferente a utilização de etanol ou gasolina nos tanques.

Na semana encerrada em 11 de outubro, os preços do etanol subiram, na média, em sete Estados e recuaram em 19 Estados. No Amazonas, os preços ficaram inalterados. A maior alta de preços na bomba foi registrado no Distrito Federal, de 2,5%. A maior queda foi verificada em Alagoas, de -1,18%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.