Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Alcoa e Intel anunciam balanços na próxima semana nos EUA

A Alcoa e a Intel são as primeira blue chips componentes do índice Dow Jones a divulgarem o resultado do quarto trimestre na próxima semana, mas ambas já agitaram o mercado esta semana com a primeira anunciando novas medidas para preservar seu caixa e a segunda emitindo um alerta de lucro. No início desta semana, a Alcoa anunciou novos cortes na força de trabalho, fechamento de mais fábricas e uma redução de 50% nos investimentos, dizendo que as medidas anteriores foram insuficientes em razão da continuação da crise econômica.

Agência Estado |

A Alcoa, como outras produtoras de metais, tem sido fortemente atingida pela combinação de queda dos preços do alumínio, diminuição do consumo e alta dos estoques.

A gigante produtora de alumínio disse que terá encargos de reestruturação de US$ 900 milhões a US$ 950 milhões no quarto trimestre, que incluem a eliminação de cerca de 15 mil vagas, ou 15% da força de trabalho. Analistas entrevistados pela Thompson Reuters esperam que a Alcoa anuncie na noite de segunda-feira (12) um prejuízo de US$ 0,09 por ação sobre uma receita de US$ 5,26 bilhões no período, de um lucro de US$ 0,39 por ação - excluindo itens - sobre uma receita de US$ 7,39 bilhões registrado nos últimos três meses de 2007.

Na terça-feira (13), o balanço da Cargill vai proporcionar uma indicação das condições dos setores de agrobusiness e de processamento de alimentos global. Apesar da falta de detalhes - a Cargill fornece apenas um dado de lucro líquido - a direção dos lucros de sua cinco unidades de negócios podem proporcionar uma indicação de desempenho de suas rivais, como a Bunge.

A gigante fabricante de semicondutores Intel será a primeira companhia de tecnologia a divulgar o resultado do último trimestre. Recentemente, a Intel alertou que estava rebaixando sua previsão de receita para o quarto trimestre pela segunda vez, projetando uma queda de 20% em comparação com o terceiro trimestre por causa da menor demanda por computadores e com os fabricantes de hardware reduzindo seus estoques de semicondutores. A gigante de chips vem reduzindo seus gastos à medida que a receita cai e planeja registrar mais de US$ 1 bilhão em baixas contábeis e encargos de reestruturação para o trimestre.

Os investidores já antecipam quedas históricas nas vendas da Intel no quarto trimestre e vão observar com atenção as projeções da companhia para o atual trimestre, que deverão proporcionar detalhes sobre a profundidade do declínio no setor de tecnologia, se os consumidores continuam a reduzir gastos em computadores, aparelhos celulares e outros aparelhos eletrônicos.

Os analistas entrevistados pela Thomson Reuters esperam que a Intel anuncie na quinta-feira (15) um lucro de US$ 0,22 por ação sobre uma receita de US$ 8,74 bilhões no quarto trimestre, de um lucro de US$ 0,38 por ação sobre uma receita de US$ 10,71 bilhões registrados em igual período de 2007.

Ainda na quinta-feira são esperados os resultados da Blackrock e da Genentech. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG