Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Alcoa anuncia corte de 13.500 postos de trabalho para enfrentar crise

Nova York, 6 jan (EFE).- O grupo americano Alcoa, um dos maiores produtores de alumínio do mundo, anunciou hoje que, durante 2009, reduzirá em 13% seu elenco, o que equivale a 13.

EFE |

500 postos fixos de trabalho.

A firma detalhou através de um comunicado que também eliminará 1.700 contratos temporários, congelará os salários e as contratações no mundo todo, venderá quatro negócios que não estão estreitamente relacionados com seu principal negócio e reduzirá sua produção anual de alumínio em 750 mil toneladas métricas, o que equivale a 18%.

Com todas estas medidas, a Alcoa procura "conservar o dinheiro, reduzir os custos em cerca de US$ 450 milhões anuais e reforçar sua competitividade para enfrentar a crise econômica atual".

"Nestes momentos extraordinários, é preciso rapidez e decisão para enfrentar a recessão econômica atual, assim como flexibilidade e previsão para estar preparados perante as incertezas futuras de nossos mercados", afirmou o presidente e executivo-chefe da Alcoa, Klaus Kleinfeld, que assumiu o cargo em outubro de 2007.

Além disso, a companhia estabeleceu mecanismos para diversificar geograficamente suas fontes de fornecimento de matérias-primas, com a meta de reduzir o gasto associado em mais de 20%.

As atividades que a companhia pretende vender para receber cerca de US$ 100 milhões líquidos adicionais são Electrical and Electronic Systems, Global Foil, Cast Auto Wheels e Transportation Products Europe.

Todas estas medidas terão um impacto de entre US$ 900 milhões e US$ 950 milhões (entre US$ 1,13 e US$ 1,19 por ação), após impostos nas contas da companhia correspondentes ao quarto trimestre de 2008.

EFE mgl/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG