Tamanho do texto

As ações da Alcatel-Lucent operam em baixa após o executivo-chefe da companhia, Ben Verwaayen, afirmar que o mercado de equipamentos de telecomunicação sofrerá um desaquecimento no ano que vem e anunciar planos de corte de custos de até 750 milhões de euros. A Alcatel-Lucent anunciou que pretende reduzir gastos com pesquisa e desenvolvimento, concentrando recursos nas tecnologias da próxima geração e em áreas onde detém a liderança do mercado.

Os investimentos em tecnologias que ainda estão em fase de amadurecimento serão cortados, disse Verwaayen.

Além do corte de 16.500 funcionários anunciado pela companhia ao longo dos últimos meses, o grupo também demitirá 1.000 funcionários em cargos de gerência e diminuirá o número de funcionários temporários em 5 mil.

Com os cortes de custo, a Alcatel-Lucent espera atingir ponto de equilíbrio no lucro operacional ajustado de 2009 e manter a atual participação de mercado, embora estime um desaquecimento de 8% a 12% na atividade do setor de telecomunicações a taxas de câmbio constantes.

"É um número conservador, mas preferimos basear nossos planos em um número conservador do que sermos surpreendidos pelo o que está acontecendo no mercado", disse Verwaayen durante teleconferência.

De acordo com Vincent Maulay, analista da Oddo Securities, "o fato de eles apenas atingirem o ponto de equilíbrio em 2009 é uma surpresa ruim". Ele acrescentou que reduziu as projeções alguns dias atrás com base no prognóstico para 2009, "mas a estimativa deles é mais cautelosa do que eu esperava".

Já o analista da Nomura, Richard Winson, disse que os planos de Verwaayen para cortar a base de custos da empresa e reduzir os recursos de pesquisa e desenvolvimento de produtos mais antigos são razoáveis "levando em consideração a situação de restrições em que ele tem de trabalhar".

Às 12h20 (de Brasília), as ações da Alcatel-Lucent caíam 15% na Bolsa de Paris. Do início do ano até ontem, as ações da empresa acumularam perda de 63%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.