A.Latina precisa ir além de controles de capital--FMI

NOVA YORK (Reuters) - A América Latina precisa adotar mais medidas para lidar com os fluxos em dólar que aumentam as preocupações de superaquecimento e perda de competitividade externa, avaliou o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Recentes controles de capital adotados em muitos países da região podem ter ajudado a mudar a composição, mas não o volume, dos dólares entrando na economia, disse o órgão em seu relatório Perspectiva Econômica Mundial, divulgado nesta quarta-feira.

"O possível uso de controles de capital deve ser suportado por outras medidas, como, por exemplo, a continuidade da flexibilidade cambial para desencorajar fluxos especulativos, consolidação fiscal e monitoração do setor financeiro."

O Fundo prevê que a região cresça 5,7 por cento neste ano e 4 por cento no próximo.

Entre os destaques, o Brasil e a Argentina devem ter expansão de 7,5 por cento cada. Em julho, o FMI previa para o Brasil um crescimento de 7,1 por cento.

(Por Walter Brandimarte)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.