menos de US$ 700 bi, diz órgão do Congresso - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ajuda aos bancos custará menos de US$ 700 bi, diz órgão do Congresso

O custo final do plano de resgate bancário será substancialmente menor do que US$ 700 bilhões, depois que o governo tiver vendido os ativos adquiridos, disse nesta quarta-feira aos parlamentares o diretor do Escritório de Orçamento do Congresso (CBO), Peter Orzag.

AFP |

Em conversa com congressistas da Comissão de Recursos, Orzag declarou que, de acordo com as estimativas do CBO, "em longo prazo, o desembolso líquido sob esse programa será substancialmente menor do que US$ 700 bilhões".

O Tesouro propõe a aquisição dos ativos questionados no ano fiscal 2009 e, "em última instância, o governo venderia os ativos adquiridos, com o qual geraria receitas que reduziriam em muito o custo inicial", completou.

O diretor do CBO advertiu, porém, que a "falta de especificidade sobre como seria implementada essa autorização torna impossível, nesse momento, fornecer uma análise quantitativa do custo líquido da ajuda para o governo federal".

O CBO é um corpo independente encarregado de fornecer análises econômicas para ajudar o Congresso a adotar decisões referentes ao orçamento.

Leia tudo sobre: bancos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG