A direção da fabricante de aviões Airbus apresentou ontem aos representantes dos trabalhadores seu novo plano de ajuste que prevê, entre outras medidas, um amplo projeto de mudança de fábricas para fora da Europa. Com o plano, chamado Power 8, a EADS, controladora da Airbus, pretende economizar 1 bilhão em custos entre 2011 e 2012 - sendo 650 milhões desse total só na Airbus.

O presidente da Airbus, Thomas Enders, afirmou que os planos revelados ontem vão garantir o crescimento da empresa, que teria custos estruturais mais baixos. Enders justificou o plano pelos desafios que são impostos pela concorrência. "São necessárias mais medidas para conseguirmos melhorar nossa base de custos e a eficiência geral", disse.

Já o presidente da EADS, Louis Gallois, detalhou seus projetos para deslocar a atividade para fora da Europa em países de mão-de-obra barata. Em declarações ao diário francês Le Monde, Gallois reconheceu que vai retomar a idéia de implantar uma fábrica na Tunísia. Outros países que devem receber investimentos são a China e a Índia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.