A seguradora American International Group (AIG) ainda passa por dificuldades no mercado, mesmo após utilizar boa parte da linha de crédito que possui junto ao Federal Reserve (Federal Reserve, o banco central americano), e talvez precise de mais financiamento do governo, disse Edward Liddy, executivo-chefe da companhia. Vai depender muito dos fatores do mercado, afirmou Liddy, comentando sobre a necessidade de mais empréstimos.

A companhia já utilizou US$ 61 bilhões do total de US$ 85 bilhões oferecidos pelo governo dos Estados Unidos, sendo que entre US$ 53 bilhões e US$ 54 bilhões foram destinados a cobrir garantias na unidade de derivativos da companhia. O restante foi direcionado a outras necessidades, especialmente por conta do congelamento do mercado de crédito. "Nossas linhas de commercial paper secaram", algo que aconteceu em todo o mercado, de acordo com Liddy, em referência aos títulos de curto prazo emitido pela empresa como forma de financiamento.

"O plano do Tesouro nos ajudaria", acrescentou, apesar de não haver clareza sobre os detalhes do projeto. "Até sabermos exatamente como o Tesouro comprará os ativos, não há informações suficientes para saber como isso vai funcionar. O importante é que poderíamos ter acesso a isso". As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.