SÃO PAULO - A American International Group (AIG) concordou hoje em vender sua subsidiária canadense de seguros de vida, em um pequeno passo na direção de pagar os empréstimos de dezenas de bilhões de dólares tomados no ano passado com o governo americano. A companhia entrou em um acordo para vender a AIG Life Insurance Canada ao BMO Financial Group, sediado em Toronto, por US$ 308 milhões em dinheiro vivo.

A unidade vende produtos como seguros de vida universais ou parciais, além de planos para casos de invalidez.

O preço de aquisição está sujeito a mudanças até o fechamento do acordo, programado para junho próximo, segundo informou a AIG.

A unidade canadense da AIG conta hoje com cerca de 400 mil clientes e emprega 300 pessoas, de acordo com o presidente da BMO Financial, Bill Downe.

"Essa aquisição é uma perfeita extensão de nossa atuação em gestão de riquezas e importante para nosso objetivo de nos tornarmos o único destino para todas as necessidades financeiras e de investimentos dos nossos clientes", afirmou Downe, em nota.

A BMO espera que o acordo anunciado comece a gerar resultados sobre o seus lucros dentro de um ano.

Em setembro último, o governo americano emprestou nada menos que US$ 85 bilhões para a AIG, com vistas a impedir sua falência. O pacote foi revisado duas vezes e agora os contribuintes dos EUA são donos de 80% da companhia, que deve até US$ 60 bilhões ao governo.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.