Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

AIE revisa em baixa previsão de demanda mundial de petróleo para 2008-09

A Agência Internacional de Energia (AIE) voltou a revisar em baixa suas previsões de demanda mundial de petróleo para 2008 e 2009, embora tenha constatado um aumento da oferta em outubro, segundo documento mensal publicado nesta quinta-feira.

AFP |

A agência prevê que o preço do barril de cru estará a US$ 80 em 2009, uma queda nítida em relação à estimativa de 110 dólares dos três últimos meses.

A AIE, que defende os interesses dos países industrializados, reduziu sua previsão de demanda mundial para 2008 e 2009 a 86,2 e 86,5 milhões de barris por dia (mbd) respectivamente.

A AIE explica sua decisão pela queda do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) mundial anunciado na previsão do FMI (Fundo Monetário Internacional).

Em seu relatório anterior, a AIE já havia reduzido sua previsão para 2008 e 2009 a 86,5 milhões de barris por dia e 87,2 milhões de barris por dia.

A demanda dos países da OCDE deve cair 2,7% em 2008 e 1,6% em 2009, pela deterioração das condições econômicas nos EUA e no Pacífico, e as perspectivas de recessão na OCDE.

A AIE revisou em baixa a previsão de demanda para 2009 da China, um dos principais motores da demanda mundial de petróleo nos últimos anos, para 290.000 barris por dia, ou seja 180.000 barris por dia, menos que o previsto anteriormente.

No entanto, a demanda mundial de petróleo ainda deveria progredir este ano 0,1% ou 100 mil barris de barris por dia, como no ano que vem (alta de 0,4% ou 400 mil barris).

Depois de ter reduzido em 1 milhão de barris por dia em setembro, a oferta de cru aumentou 1,8 milhão de barris por dia em outubro, para 86,9 milhões de barris por dia, graças a um menor número de interrupções de produção, principalmente nos Estados Unidos e na Europa.

jt/lm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG