Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Agroindústria cresce 4,2%

A agroindústria brasileira cresceu 4,2% no primeiro semestre. Apesar da expansão abaixo do resultado da indústria em geral (6,3%), o desempenho do setor foi considerado favorável pelo economista Fernando Abritta, responsável pela pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Agência Estado |

Segundo ele, a safra recorde, o aquecimento do mercado interno e o bom cenário externo para as commodities agrícolas impulsionaram a atividade agroindustrial nos de janeiro a junho.

O setor manteve o ritmo de crescimento do ano passado, quando cresceu 5% no período. A estimativa de Abritta é que, no acumulado de 2008, a expansão fique entre 4% e 5%. Os dados da agroindústria contabilizam o processamento de alimentos e também os produtos que são fornecidos pelo setor industrial para a agricultura.

Abritta destacou, no primeiro semestre, a expansão dos investimentos em máquinas e equipamentos agrícolas (43,5%), adubos e fertilizantes (10,3%) e rações (7,5%). O grupo inseticidas, herbicidas e outros defensivos para uso agropecuário apresentou forte crescimento (46,6%), "por causa, principalmente, do aumento da produção de soja, cana-de-açúcar e milho, lavouras intensivas no uso desses produtos".

Houve, no semestre, expansão mais significativa dos setores associados à agricultura (3,2%), de maior peso na agroindústria, que dos vinculados à pecuária (1,6%).

De acordo com o economista, o baixo crescimento da pecuária está relacionado ao embargo às exportações brasileiras de carne bovina pela União Européia, determinada em fevereiro deste ano, que impactou negativamente a produção de derivados de carnes bovina e suína (-3,7% no semestre).

Por outro lado, Abritta atribui os bons resultados registrados pelos setores vinculados à agricultura às condições climáticas favoráveis no ano e ao aumento do uso de defensivos e fertilizantes nas lavouras, que contribuíram para o aumento da produtividade do setor agrícola. Ele citou também a safra recorde deste ano, estimada em 143,6 milhões de toneladas, como impulso para o bom desempenho desse segmento agroindustrial.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG