Tamanho do texto

Ribeirão Preto, 22 - A Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow), que acontece entre segunda-feira (26) e sexta-feira (30), em Ribeirão Preto, espera a presença de 140 mil visitantes, dos quais, cerca de 4 mil são estrangeiros. Os organizadores também estimam que a feira movimente R$ 860 milhões em negócios, valor igual ao de 2008.

Ribeirão Preto, 22 - A Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação (Agrishow), que acontece entre segunda-feira (26) e sexta-feira (30), em Ribeirão Preto, espera a presença de 140 mil visitantes, dos quais, cerca de 4 mil são estrangeiros. Os organizadores também estimam que a feira movimente R$ 860 milhões em negócios, valor igual ao de 2008. No ano passado, sem as montadoras grandes, que boicotaram a feira, os negócios foram de R$ 680 milhões. O local do evento neste ano terá uma área de exposição 50% maior. Com a mudança, a área total estática cresceu de 230 mil metros quadrados para 360 mil metros quadrados e receberá 730 expositores. Com isso, o visitante terá de caminhar mais, o que será compensado pelo aumento de áreas de descanso, de alimentação e a construção de novos sanitários. "A expectativa é que tenhamos o recorde de 140 mil visitantes obtido em 2008, mas não deveremos ter ruas cheias, e sim uma sensação de vazio", disse o gerente-geral da Agrishow, José Dagnhesi, na apresentação da feira a jornalistas. A área do evento será retangular, com seis avenidas e 21 ruas. Dos 115 novos expositores em relação a 2009, 103 são empresas nacionais e 12 internacionais. "As vendas cresceram 45%, pois 97 expositores que seguiram na feira ampliaram suas áreas", avaliou. Outras mudanças na Agrishow são os estacionamentos para 8,2 mil veículos e um novo acesso, que será separado do utilizado pelo Centro de Cana do Instituto Agronômico (IAC), localizado na fazenda do governo estadual que sedia a feira. Com as obras de infraestrutura interna, foram investidos R$ 13 milhões na 18ª edição a Agrishow - R$ 7 milhões do governo paulista, R$ 5 milhões dos organizadores e mais R$ 1 milhão da prefeitura de Ribeirão Preto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.