SÃO PAULO - A trading de commodities agrícolas Agrenco Ltd. informou que continua negociando um aporte de capital com a Louis Dreyfus Commodities Group (LDC), mas que as tratativas deixaram de ser exclusivas. Além da proposta da LDC, a Agrenco analisa a oferta feita pela Noble do Brasil e uma terceira proposta feita por um investidor estratégico.

Segundo comunicado da Agrenco, a LDC não conseguiu encerrar o processo de due dilligence até o sábado passado, etapa após a qual poderia decidir se confirmaria ou não a transação.

Na última quinta-feira, a Agrenco informou ao mercado que recebeu uma oferta de capitalização por parte da Noble do Brasil em termos semelhantes ao inicialmente proposto pela LDC.

Diante da nova oferta, a Agrenco se comprometeu a garantir dois dias úteis de exclusividade para a LDC decidir se confirmava ou não o aporte na holding controladora da companhia, prazo que venceu no sábado.

Como a LDC ainda não tomou sua decisão, a Agrenco se reservou o direito de negociar com outros interessados. Para assessorar a companhia a escolher a melhor opção estratégica, a Agrenco informou que contratará um assessor financeiro, um escritório de advocacia e uma firma de auditoria e contabilidade para ajudarem no processo de negociação.

A proposta feita pela Dreyfus prevêem um aporte de US$ 33,5 milhões na Agrenco Holding, controladora da empresa listada na Bovespa.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.