Tamanho do texto

SÃO PAULO - O mercado financeiro elevou pela nona semana seguida a previsão para a inflação oficial neste ano. Agora, o IPCA deve subir 5,10% em vez de 5,03%.

Para 2011, os agentes consultados pelo Banco Central (BC) no Boletim Focus preveem que o indicador fique em 4,70%. Foi a segunda ampliação consecutiva na estimativa, que correspondia a 4,60% no documento passado.

Nos dois casos, as perspectivas se distanciam mais e mais do centro da meta de inflação estipulada pelo governo, de 4,5%.

Também foram elevadas as previsões para os demais indicadores inflacionários de 2010. O IGP-DI deve marcar 6,74% em 2010, passando os 6,24% esperados antes. O IGP-M deve marcar 6,50% neste calendário, e não 6,38%, e o IPC-Fipe deve ir a 5,49%, após prognóstico de 5,41% para o mesmo período.

Para março, os agentes preveem IPCA de 0,44%, IGP-DI de 0,76% e IGP-M de 0,80%. No documento anterior, essas previsões estavam em 0,40%, 0,52% e 0,77%. O prognóstico para o IPC-Fipe permaneceu em 0,40%.

(Juliana Cardoso | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.