SÃO PAULO - A projeção para o IPCA em 2010 está cada vez mais distante do centro da meta de inflação estipulada pelo governo, de 4,5%. Conforme o Boletim Focus, os agentes consultados pelo Banco Central (BC) esperam que o indicador tenha alta de 5,29% neste ano.

SÃO PAULO - A projeção para o IPCA em 2010 está cada vez mais distante do centro da meta de inflação estipulada pelo governo, de 4,5%. Conforme o Boletim Focus, os agentes consultados pelo Banco Central (BC) esperam que o indicador tenha alta de 5,29% neste ano. A previsão anterior era de elevação de 5,18%. Foi a 12ª semana em que a estimativa é revisada para cima. Em 2011, a projeção é de IPCA de 4,80%, também maior do que o aguardado anteriormente (4,74%). As demais expectativas para os indicadores inflacionários de 2010 foram diferenciadas. Para o IGP-DI, por exemplo, o prognóstico é de inflação de 7,11%, contra os 7,14% esperados antes. No caso do IGP-M, contudo, a previsão saiu de 6,80% para 7,69%. Com leve mudança, o IPC-Fipe deve encerrar este ano em 5,39% e não em 5,41%. Em abril, os agentes projetam IPCA de 0,43% e IPC-Fipe de 0,35%. No documento passado, essas taxas correspondiam a 0,40% e 0,33%, nesta ordem. Tanto o IGP-DI como o IGP-M devem marcar 0,60% no mês, passando os respectivos 0,50% e 0,48% estimados no relatório antecedente. (Juliana Cardoso | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.