As ações das agências hipotecárias americanas Freddie Mac e Fannie Mae operam em forte baixa hoje, na Bolsa de Nova York, puxando os mercados em Wall Street para o território negativo, apesar da abertura em alta, por conta dos temores sobre o futuro das duas instituições. Pouco após a abertura dos mercados em Nova York, as ações das duas empresas caíram para o valor mais baixo desde o início da crise de hipotecas americanas, em meados do ano passado, sendo que as da Freddie Mac chegaram ao menor nível desde 1989.

Às 11h16 (de Brasília), as ações da Freddie Mac despencavam 18,71%, em US$ 3,39 e os da Fannie Mae, 17,14%, a US$ 4,98.

A agência de notícias Bloomberg News divulgou hoje que a habilidade das duas agências em pagar os bônus que vencem no fim deste trimestre irá determinar se elas precisam de um resgate do governo dos Estados Unidos. Esta semana, os papéis da Freddie e da Fannie vêm caindo por temores de uma nacionalização das duas, que detêm ou garantem cerca de metade de toda a dívida hipotecária americana pendente. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.