Tamanho do texto

Chicago (EUA.), 8 dez (EFE) - As agências públicas do estado de Illinois deixarão de usar os serviços do Bank of America até que seja restabelecido o crédito à fábrica cujo fechamento deixou na rua cerca de 250 trabalhadores, a maioria hispânicos, anunciou hoje o governador estadual, Rod Blagoevich.

O líder fez este anúncio ao se reunir com os empregados da empresa Republic Windows & Doors, que fazem uma ocupação pacífica desde sexta-feira na fábrica de produção de janelas e portas para protestar contra o fato de a companhia não ter dado aviso prévio e dever dinheiro.

Além disso, vários integrantes do Conselho Municipal de Chicago disseram em entrevista coletiva que exigirão que o prefeito Richard M. Daley retire os fundos depositados nesse banco.

Estes apoios se somam ao oferecido pelo presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, que no domingo assegurou que os trabalhadores "estão absolutamente em seu direito", já que "pedem os benefícios e pagamentos que ganharam".

Em declaração, o Bank of America disse não ser responsável pelas obrigações da Republic Windows & Doors para com seus empregados. EFE jm/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.