Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Afetada por genéricos dos EUA, GlaxoSmithKline já perdeu 13% de lucro em 2008

Londres, 22 out (EFE).- A GlaxoSmithKline (GSK) obteve neste ano, até setembro, um lucro líquido de 3,62 bilhões de libras (4,6 bilhões de euros), 13% a menos do que nos nove primeiros meses de 2007, afetada concorrência dos remédios genéricos nos Estados Unidos.

EFE |

A Glaxo registrou vendas de 17,44 bilhões de libras (22,16 bilhões de euros), 4,2% a mais, enquanto que o lucro operacional foi de 5,56 milhões de libras (7,06 milhões de euros), 7,5% a menos, segundo os resultados enviados hoje pela maior farmacêutica da Europa ao regulador da Bolsa de Londres.

Por áreas de negócio, 14,57 bilhões de libras (18,51 bilhões de euro) saíram da divisão farmacêutica, 3% a mais, enquanto a divisão de cosméticos registrou vendas de 2,86 bilhões de libras (3,63 bilhões de euros), 9,9% a mais.

O faturamento da divisão farmacêutica nos Estados Unidos caiu 11%, até 6,36 bilhões de libras (8,08 bilhões de euros), como conseqüência de uma queda de 54% nas vendas de seu medicamento contra o diabetes Avandia e da concorrência dos remédios genéricos.

na Europa, o grupo aumentou suas vendas de remédios em 3 %, até 4,65 bilhões de libras (5,91 bilhões de euros).

O executivo-chefe da GSK, Andrew Witty, afirmou em comunicado que o grupo se encontra em um período de "transição" devido à crescente concorrência dos remédios genéricos nos Estados Unidos.

Witty assinalou que isto está afetando no curto prazo as vendas nesse país (cerca de 45% do total), embora tenha se mostrado confiante em que a companhia o compensará com o crescimento do negócio de vacinas e de higiene pessoal e com sua expansão nos mercados emergentes.

O executivo da GSK anunciou que pretende diversificar o leque de produtos para não depender só de um ou dois.

Witty ressaltou que seu programa de corte de gastos continua segundo o esperado.

A GSK prevê economizar, por ano, 350 milhões de libras (444 milhões de euros) em 2008 e 700 milhões de libras (888 milhões de euro) em 2010. EFE pdj/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG