Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

AES Brasil quer comprar fatia do BNDES na Brasiliana

SÃO PAULO - A AES Brasil, do setor de energia, anunciou hoje que planeja investimentos de R$ 1,1 bilhão para 2010, o que representaria um crescimento de 42% ante o total de R$ 774 milhões investido no ano passado. O grupo - composto pela AES Eletropaulo, AES Tietê, AES Uruguaiana, AES Eletropaulo Telecom, AES Com Rio, AES Infoenergy, AES Sul, AES Elpa e Brasiliana - vai direcionar a maior parte dos recursos na expansão da capacidade do sistema, manutenção e ligação de novos clientes. Somente pela AES Eletropaulo, estão previstos investimentos de R$ 691 milhões. Se realizados, representarão um crescimento de 34% frente ao investido em 2009, que somou R$ 516 milhões.

Valor Online |

Já a AES Tietê, investiu R$ 57 milhões em 2009 e prevê investimentos de R$ 68 milhões para este ano.

Em teleconferência com jornalistas, o grupo informou ainda que tem interesse em completar sua participação na Brasiliana, que hoje totaliza 50,01%, ao comprar os 49,99% detidos pelo BNDES na empresa. Para tanto, o banco tem que, no entanto, manifestar desejo de vender o ativo. "Havendo um leilão, a intenção da AES é exercer o direito de preferência", afirmou.

Segundo o executivo, também está nos planos do grupo, além da expansão por meio de novos empreendimentos, a realização de aquisições, que acompanharia a tendência de consolidação do setor.

Os resultados da AES Brasil revelaram que o grupo encerrou o ano de 2009 com lucro líquido de R$ 1,9 bilhão, um crescimento de 9,6% ante o acumulado no ano anterior, que era de R$ 1,7 bilhão.

A receita líquida da companhia totalizou R$ 11,5 bilhões, o que representou uma alta de 1,2% sobre 2008, de R$ 11,4 bilhões. O Ebitda, de R$ 3,2 bilhões representou no entanto um recuo de 0,8%.

(Vanessa Dezem | Valor)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG