Tamanho do texto

Os aeroviários da VarigLog realizaram ontem de manhã, em frente à sede da empresa em São Paulo, ato de repúdio pelo não pagamento das verbas rescisórias de cerca de 960 funcionários demitidos nos últimos dois meses, organizado pelo Sindicato dos Aeroviários do Estado de São Paulo (Saesp) e o Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos. Os demitidos reclamam que não receberam as rescisões contratuais.

Segundo o presidente do Saesp, Reginaldo Alves de Souza, a empresa pagou apenas os salários de quem tinha até R$ 5 mil para receber. Para os demais, a VarigLog propôs o parcelamento em dez vezes, mas os trabalhadores não aceitaram. Funcionários ameaçam paralisar atividades da empresa no aeroporto de Guarulhos caso não haja acordo nos próximos dias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.