grupos de poder - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Advogado de Dantas diz que banqueiro é perseguido por grupos de poder

SÃO PAULO - O advogado de Daniel Dantas, Nélio Machado, alegou perseguição para justificar a recomendação para seu cliente e outras nove pessoas ligadas ao Opportunity permanecerem calados durante o depoimento que ocorre nesta tarde na sede da Polícia Federal (PF) em São Paulo.

Valor Online |

Além de Dantas foram intimados a depor Verônica Dantas, Carlos Rodemburg, Itamar Benigno Filho, Norberto Aguiar Tomás, Artur Joaquim de Carvalho, Eduardo Penido Monteiro, Maria Amália Coutrim, Dório Ferman e Danielle Ninio.

De forma pouco clara, o advogado atribuiu a grupos de poder a suposta perseguição contra Dantas. Mencionou vagamente que havia pessoas interessadas em prejudicar o banqueiro.

Entre os argumentos de Machado para o silêncio de seus clientes está o de que registros na Justiça indicam que o inquérito corre desde fevereiro de 2007, enquanto os autos do processo registram o início em junho de 2008. O advogado também mencionou o não-reconhecimento pela defesa de documentos apreendidos na casa de Dantas e criticou ainda a interceptação de conversas entre os advogados do banqueiro. Quero que a investigação seja imparcial e isenta e não está sendo, disse.

Também foram criticadas as afirmações do ministro da Justiça, Tarso Genro, que teria dito que o inquérito estava 99% concluído, ao mesmo tempo em que o procurador da República Rodrigo de Grandis afirma que as investigações irão adiante. O ministro da Justiça passou dos limites do razoável da sua atribuição, afirmou o advogado, que também criticou o fato de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se manifestar sobre o caso.

Machado também reclamou da divulgação parcial do áudio da reunião da cúpula da PF, na qual foi tratada a permanência do delegado Protógenes Queiroz, responsável pela Operação Satiagraha. Vamos trazer ao grande público que conversação foi essa, pediu Machado.

(Murillo Camarotto | Valor Online )

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG