Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Acordo na MWM Motores também reduz jornada e salário

Em mais um acordo de redução de jornada e salário, os trabalhadores da MWM Motores, na capital paulista, aprovaram hoje por unanimidade a proposta da empresa de cortar a jornada em 20% e os salários em 17,5%, segundo informou o Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo. A medida entra em vigor em 1º de fevereiro e valerá por 90 dias.

Agência Estado |

Ao fecharem o acordo, os cerca de 2 mil trabalhadores receberam a garantia de estabilidade no emprego por até 45 dias após o final do período acordado.

As negociações foram feitas pelo sindicato, por uma comissão de trabalhadores da fábrica e pela direção da MWM, que alegou ter verificado uma queda da produção de cerca de 40%. O presidente do sindicato, Miguel Torres, ressaltou que para a entidade abrir uma negociação e chegar a uma proposta de redução de jornada e salário, a empresa precisa comprovar que está passando por dificuldades, os trabalhadores devem participar das negociações e votar o acordo em assembleia.

Ontem, acordo semelhante foi fechado pelos trabalhadores da Valeo Sistemas Automotivos, empresa que produz faróis e lanternas para veículos. Os cerca de 800 trabalhadores da empresa aprovaram proposta de redução da jornada de trabalho, com diminuição do salário. O acordo vale por 90 dias. Em troca, os funcionários ganham a garantia de que seus empregos serão preservados pela diretoria da empresa por 135 dias - quatro meses e meio.

Ainda hoje, os trabalhadores da autopeças Sabó, também em São Paulo, discutem em assembleia às 14 horas a proposta apresentada pela empresa de redução de salário e jornada.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG