Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ações na Europa caem para menor nível em 6 anos; bancos pesam

LONDRES - Os principais índices de ações europeus fecharam em queda nesta sexta-feira pela décima segunda vez em 13 sessões. Os mercados foram pressionados pelo setor financeiro, à medida que os temores de mais perdas fortes se aprofundavam. O índice FTSEurofirst 300 recuou 0,46%, para 759 pontos, menor patamar de fechamento desde abril de 2003.

Reuters |

As ações de bancos contribuíram com as maiores perdas do índice. Barclays caiu 14,7%, com o aumento das preocupações de que o banco possa precisar de mais capital ou ser nacionalizado.

"A confiança está muito frágil. As pessoas querem acreditar em uma recuperação econômica e querem ver alguma luz no fim do túnel, mas elas estão descobrindo que é muito difícil ver isso quando você tem um sistema bancário que ainda está vivenciando dificuldades severas", disse Darren Winder, estrategista da Cazenove.

"Até o sistema bancário chegar a uma situação em que possam cumprir suas obrigações normais para a economia real e fornecer (às empresas) liquidez e crédito suficientes, eu acho que as pessoas vão, de maneira geral, continuar cautelosas em relação ao mercado", acrescentou.

BNP Paribas, Standard Chartered e Société Générale caíram entre 6% e 9,5%.

E o mau humor também atingiu as seguradoras. Swiss Re perdeu 19,6%, na esteira das preocupações de que a instituição possa apresentar mais baixas contáveis na divulgação de seu balanço anual em 19 de fevereiro.

Uma porta-voz da Swiss Re afirmou que a companhia não vai comentar os rumores do mercado.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou com oscilação positiva de 0,01%, a 4.052 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,96%, para 4.178 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 0,71%, para 2.849 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 0,48%, a 13.816 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou leve avanço de 0,17%, para 8.172 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve valorização de 0,48%, para 6.294 pontos.

(Reportagem de Joanne Frearson)

Leia tudo sobre: bolsa de valores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG