Depois de perderem tempo, compromissos e dinheiro por causa do overbooking, os passageiros que decidiram procurar a Justiça para cobrar seus direitos também precisaram ter paciência para ser ressarcidos. A Justiça costuma ser favorável às reclamações.

Mas as empresas entram com recursos e é necessário esperar a tramitação final.

Os valores das indenizações variam desde o custo da passagem até ressarcimento de dinheiro perdido pelo passageiro e/ou R$ 20 mil por danos morais e materiais. É o caso de Mônica Flores e Rafael Scmitt Rick e as duas filhas, do Rio, que em outubro ganharam ação contra a Gol. Eles compraram quatro passagens para Porto Alegre, mas só havia duas poltronas disponíveis. As crianças viajaram no colo dos pais.

A empresa pagou R$ 20 mil e as passagens. A Gol informou que não havia nenhum executivo para comentar o assunto. TAM e Ocean Air não retornaram até as 20 horas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.