Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ações européias têm queda acentuada e bancos pesam

LONDRES (Reuters) - As ações européias fecharam em baixa acentuada nesta sexta-feira, na esteira do declínio das ações norte-americanas, após dados de emprego fora do setor agrícola norte-americano mais fracos que o esperado. O índice FTSEurofirst 300 caiu 2,24 por cento, para 1.125 pontos, após recuar 2,5 por cento durante o dia.

Reuters |

As ações dos bancos e de energia estiveram entre as maiores perdas, enquanto as da Nokia caíram cerca de 10 por cento, após a empresa ter alertado que pode perder participação no mercado, à medida que se recusou a entrar na guerra dos preços promovida por algumas concorrentes para combater economias fracas.

'Os dados dos Estados Unidos, em lugar de fornecer uma desculpa para uma recuperação, estimularam o pessimismo... Nova York (também) manteve sua fraqueza', disse Philip Isherwood, estrategista do Dresdner Kleinwort.

A taxa de desemprego nos EUA surpreendeu ao avançar para 6,1 por cento em agosto, maior patamar em quase cinco anos, à medida que os empregadores reduziram os postos de trabalho pelo oitavo mês consecutivo e o declínio no mercado de trabalho acelerou.

Analistas disseram que os dados de contratação desanimadores mostraram uma economia enfraquecida que provavelmente vai obrigar o Federal Reserve a manter a taxa básica de juro baixa por um longo período.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de 2,26 por cento, a 5.240 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 2,42 por cento, para 6.127 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 2,49 por cento, para 4.196 pontos.

Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 2,28 por cento, a 21.241 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou queda de 2,97 por cento, para 11.139 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 teve recuo de 2,68 por cento, para 8.354 pontos.

(Reportagem de Atul Prakash)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG