Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Acionistas da cervejaria Anheuser-Busch aprovam fusão com a InBev

Os acionistas da cervejaria americana Anheuser-Busch aprovaram nesta quarta-feira a fusão com o número um mundial do setor, InBev, anunciou o grupo em comunicado.

AFP |

"A fusão com a InBev era uma decisão difícil", admitiu o diretor-geral da Anheuser-Busch, August Busch, que considerou a aquisição o "melhor a ser feito no interesse dos acionistas".

As ações do produtor da cerveja Budweiser serão adquiridas por 70 dólares, num momento em que o papel estava sendo negociado nesta quarta-feira a 66,22 dólares.

A operação já foi aprovada pelos acionistas da InBev em 29 de setembro e, com isso, a Anheuser-Busch se converte numa filial com 100% de propriedade nas mãos do grupo belgo-brasileiro.

Com 26% do mercado global, três das cinco maiores marcas de cerveja, e uma produção anual de 460 milhões de hectolitros, a nova cervejaria produzirá 60% a mais do que seu competidor mais próximo, estima-se.

A InBev traz consigo as marcas Stella Artois e Becks.

Por trás das operações que transformaram a InBev na maior cervejaria do mundo, após a fusão com a Anheuser-Busch, está o brasileiro Jorge Paulo Lemann que vive na Suíça desde uma tentativa frustrada de seqüestro de seus filhos, em 1999.

chr/fga/sd

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG