SÃO PAULO - A aceleração das bolsas americanas nesta tarde fez com que a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que operava com grande volatilidade ao longo do dia, consolidasse a trajetória positiva. Com mínima de 68.913 pontos e máxima de 69.

612 pontos, o Ibovespa registrava, minutos atrás, alta de 0,49%, aos 69.383 pontos, com volume financeiro negociado de R$ 5,08 bilhões.

No cenário doméstico, os papéis do setor de siderurgia e mineração puxam o índice para cima, em meio à notícia de um reajuste expressivo dos preços de minério de ferro pela Vale.

Há instantes, as ações ON da MMX subiam 4,57%, a R$ 13,72, enquanto os papéis ON avançavam 4,20%, a R$ 68,90, e os ON da Vale tinham alta de 3,39%, a R$ 55,72. As ações PNA da empresa também subiam 2,51%, a R$ 48,51, movimentando R$ 976 milhões.

No sentido contrário, as ações da Rossi Residencial lideravam as perdas do índice, com queda de 2,81%, a R$ 13,80, seguidas pelos papéis ON da Redecard, com baixa de 2,21%, a R$ 30,46, e pelos ON da Duratex, com depreciação de 2,13%, a R$ 16,05.

Também no campo negativo, as ações PN da Petrobras, que tinham giro de R$ 535,9 milhões, recuavam 0,91%, a R$ 35,91.

Em Wall Street, o índice Dow Jones subia, há pouco, 0,86%, enquanto o Nasdaq avançava 0,81% e o S & P 500 tinha alta de 0,65%.

(Beatriz Cutait | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.