Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ação da GM cai ao menor preço em 58 anos em NY

As ações da General Motors (GM) recuaram para abaixo de US$ 5,50 pela primeira vez desde dezembro de 1950 após a montadora divulgar que as vendas na Europa recuaram 1,9% do início do ano até agora. Às 12h22 (de Brasília), os papéis da montadora tinham queda de 15,05%, para US$ 5,87, com mínima de US$ 5,41.

Agência Estado |

De acordo com a GM, a perda de confiança do consumidor provocou um declínio nas vendas na Europa de 1,9% entre janeiro e setembro de 2008, mesmo com os ganhos expressivos que a montadora possui em mercados emergentes do Leste europeu.

As ações da Ford, concorrente da GM, também caíram nesta semana, atingindo o menor nível em 24 anos durante a sessão de ontem na Bolsa de Nova York e operam hoje em baixa de 8,27%, para US$ 2,44, com mínima de US$ 2,41.

A GM e a Ford anunciaram na terça-feira que pretendem diminuir a produção na Europa, temendo a redução na demanda por carros novos caso haja um período prolongado de desaquecimento econômico. Nos EUA e em mercados como a Rússia e a China, as vendas também perderam o fôlego. Além disso, o aumento nos preços de matérias-primas como o aço está diminuindo as margens de lucro das montadoras.

Ontem o Citi diminuiu a recomendação de investimento para as ações de ambas as companhias, argumentando que a crise de crédito prejudicará os balanços da indústria automotiva, ameaçando as expectativas de recuperação em 2010. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG