Tamanho do texto

O Shopping 25 de Março, referência no comércio popular no centro de São Paulo, ficou fechado ontem, segundo a polícia, por determinação judicial. Nove empresas - Nike, Louis Vuitton, Everlast, Adidas, Chanel, Dior, Levis, Reebok e Puma - afirmam ter obtido mandados de busca e apreensão para retirar do local produtos que pirateavam suas marcas.

A estimativa dos fabricantes é de que foram apreendidas 40 toneladas de materiais. A Polícia Militar diz que a contabilização só será concluída hoje.

A operação começou às 6 horas e terminou às 17h30, segundo o capitão da PM Amarildo Garcia, que comandou a ação. Oficiais de Justiça recolheram materiais com os nomes das marcas em 250 lojas. As mercadorias eram acomodadas em caminhões, que depois saíam escoltados. Os produtos foram levados para depósitos das próprias empresas.

A reportagem entrou em contato com a administração do Shopping 25 de Março, mas ninguém retornou a ligação até as 23 horas.

A apreensão realizada ontem é semelhante à feita em 2 de outubro de 2007, quando o Shopping 25 foi fechado em razão de decisão judicial a partir de ações movidas por empresas como Nike e Louis Vuitton.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.