Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Abiquim: indústria química cai 30,6% em dezembro

A desaceleração da economia mundial e a retração da demanda global por insumos químicos levaram a indústria química nacional a registrar uma retração de 30,62% na produção doméstica em dezembro de 2008, na comparação com o mesmo período do ano anterior. No acumulado do quarto trimestre, sobre igual intervalo de 2007, a queda foi de 19,56%, segundo dados preliminares divulgados hoje pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim).

Agência Estado |

O indicador de produção medido pela entidade também registrou forte retração na comparação entre novembro e dezembro de 2008. A queda de 17,11% apurada nesta base comparativa representa o pior resultado desde janeiro de 1999, quando a Abiquim iniciou a medição do quantum de produção do setor.

No acumulado anual, a produção da indústria química brasileira teve queda de 8,31% sobre 2007. As vendas internas, por sua vez, apresentaram retração de 11,88%.

Segundo a Abiquim, "as fortes quedas no índice de produção do último mês do ano podem ser explicadas pela forte contração da demanda no mercado interno, atribuída à atual crise, bem como à redução do volume total exportado, que caiu 25% em dezembro". Dos 14 grupos analisados, 11 apresentaram retração na comparação entre novembro e dezembro, com destaque para os segmentos de intermediários para fibras sintéticas (-38,31%), resinas termoplásticas (-32,15%), produtos petroquímicos básicos (-26,34%), outros produtos químicos orgânicos (-22,96%) e outros produtos inorgânicos (-20,51%).

O indicador de vendas internas da indústria química acompanhou a redução da oferta doméstica e registrou queda de 40,64% em dezembro, sobre o mesmo período de 2007. No acumulado do quarto trimestre, a queda foi de 38,03%. Já entre novembro e dezembro de 2008, a retração apontada no indicador foi de 8,34%.

Dos 14 grupos analisados nessa comparação mensal, dez apresentaram retração. Os quatro grupos que registraram expansão (intermediários para detergentes, produtos petroquímicos básicos, intermediários para resinas termofixas e resinas termofixas) foram beneficiados pela base deprimida registrada em meses anteriores, destaca a Abiquim.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG