Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Abinee: Teles devem ficar mais reticentes no início de 2009

Diante da assertiva das operadoras de que os investimentos em telecomunicações em 2009 devem repetir o desempenho de 2008, a Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) espera que as empresas fiquem mais reticentes neste primeiro trimestre, em virtude da crise financeira global. Segundo o diretor da área de Telecomunicações da Abinee, Paulo Castelo Branco, as empresas de telecomunicações devem postergar projetos neste começo de ano, especialmente aqueles que não estão vinculados aos compromissos de universalização de redes resultantes do leilão de frequências de terceira geração (3G).

Agência Estado |

Mesmo em um ambiente de mais cautela, especialmente no trimestre inicial de 2009, a projeção da Abinee para o exercício completo é de que o segmento mostre um pequeno avanço ou estabilidade, "o que será muito bom" na avaliação de Castelo Branco.

Conforme o diretor da Abinee, a área vinha com um bom desempenho, mas a desvalorização brusca da moeda brasileira frente ao dólar provocou certo descompasso nos contratos selados entre operadoras e fornecedores de equipamentos.

Dados da associação indicam que, em 2008, a área de telecomunicações gerou um faturamento estimado em R$ 21,1 bilhões, um avanço de 21%. As telecomunicações representam 17% do faturamento de todo o setor eletroeletrônico, que em 2008 totalizou R$ 123,710 bilhões, segundo projeções. Fica atrás apenas do item Informática, cujas receitas devem ser de R$ 34,899 bilhões este ano, valor 11% maior que o indicado no calendário passado.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG