Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Abinee: setor pediu aumento de prazos para recolhimento de tributos

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Eletroeletrônica (Abinee), Humberto Barbato, afirmou hoje que o setor solicitou ao governo aumento do prazo de recolhimento de tributos para que o impacto dos impostos no capital de giro seja menor. A solicitação já foi atendida pelo governo de São Paulo, de acordo com Barbato.

Agência Estado |

Conforme o presidente da Abinee, não foi feita nenhuma solicitação de redução do imposto sobre produtos industrializados (IPI) de eletroeletrônicos.

Barbato contou também que o setor está discutindo medidas que assegurem que os equipamentos importados como notebooks, que entram no País de maneira ilegal, não sejam considerados atraentes. "A baixa de impostos já foi feita, agora vamos ver se o problema é de fiscalização", disse o presidente da Abinee. Ele destacou que em outros países não há, por exemplo, a mesma incidência de tributos sobre a mão de obra quanto no Brasil.

Em relação ao à importação de componentes, Barbato disse que a tendência é que, se nenhuma medida for tomada, mais indústrias serão fechadas, com a substituição dos itens pelos produzidos no leste asiático. Na semana passada, o setor apresentou proposta ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva em relação ao déficit de componentes. "Se não fizermos nada, não haverá commodities que vão pagar o saldo negativo da balança de eletroeletrônicos."

No dia 1º de junho, a Abinee vai divulgar documento que abordará o que espera para a indústria em 2020 durante a Abinee Tec.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG