Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Abinee defende corte de juro e desoneração do setor

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato, defende a redução da taxa básica de juro na reunião de amanhã do Copom. Segundo ele, a taxa poderia cair 0,50 ou 0,75 ponto porcentual.

Agência Estado |

Hoje, a taxa básica de juro no Brasil está em 13,75% ao ano.

Segundo Barbato, é importante que o governo trabalhe no sentido de garantir a oferta de crédito para estimular o consumo. Ele destacou que para o consumidor brasileiro mais importante que as taxas de juro é a prestação caber no bolso do consumidor.

No sentido de estimular o crédito, o presidente da Abinee defendeu que o Banco Central continue liberando dos depósitos compulsórios e trabalhe para que os bancos não represem esses recursos, fazendo com que cheguem até a economia real. Ele também propôs a desoneração do setor para evitar o encarecimento dos produtos eletroeletrônicos por conta da alta do dólar frente ao real. Ele acredita que o governo não deve socorrer empresas que tiveram perdas com derivativos cambiais.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG