O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), Luiz Albert Neto, apresentou uma série de pedidos ao presidente do BNDES, Luciano Coutinho, a fim elevar o montante de recursos disponíveis pelo banco oficial para os empresários do setor. De acordo com a entidade, Coutinho ouviu os pedidos e afirmou que manifestará sua avaliação sobre os pleitos em breve.

O presidente da Abimaq pediu a Coutinho aumento do limite de crédito do cartão BNDES e autorização temporária para uso deste cartão no pagamento de salários, impostos e contribuições sociais por empresas nacionais ou estrangeiras que tenham fábricas no Brasil. Luiz Albert Neto também solicitou que o banco oficial conceda às empresas crédito automático semelhante ao valor já pago do financiamento. Por exemplo, se a companhia realizou um financiamento de R$ 1 milhão e já pagou R$ 300 mil, poderia tomar imediatamente outro empréstimo de R$ 300 mil.

Coutinho também ouviu do presidente da Abimaq o pedido de permissão do alongamento de 12 meses para 24 meses dos financiamentos contratados pelas empresas do setor de bens de capital. Uma alternativa a esta proposta seria diferir as parcelas que vencerão nos próximos seis meses no final do contrato. A entidade solicitou ao presidente do BNDES elevar para 100% a cobertura da linha Finame para todas as compras de bens de capital que forem realizadas nos próximos seis meses. (Equipe AE)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.