As companhias que fazem parte da Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib) preveem redução de lucro, faturamento, nível de emprego e exportações este ano, na comparação com 2008. Sondagem divulgada pela Abdib mostra que, para 74% dos entrevistados, o lucro será menor que em 2008, enquanto 20% creem em lucro maior e outros 6% esperam estabilidade.

Quanto ao faturamento, 41% das empresas consultadas preveem receita menor, enquanto que 35% esperam alta. Outros 24% acreditam que o faturamento será o mesmo de 2008. Para 69% das companhias entrevistadas, o quadro pessoal será menor no fim de 2009. Do total, 11% espera manter a mesma quantidade de empregados e outros 20% preveem aumentar a força de trabalho neste ano.

As exportações devem diminuir para 39% das empresas. Um grupo de 7% apontou estagnação e outros 15% trabalham com cenário de crescimento. Um conjunto de 39% das empresas não exporta.

Apesar dessas perspectivas, as projeções são de que os investimentos aumentem. Dos entrevistados, 43% declararam que as empresas vão investir mais, enquanto 22% planejam investir o mesmo volume de recursos aplicados no ano passado. No entanto, 35% confirmaram que os investimentos serão menores.

Para os empresários consultados, 54% acreditam que a inflação em 2009 será menor que a de 2008, enquanto 30% preveem estabilidade. Para os 16% restantes, os preços vão subir.

As expectativas com relação ao câmbio oscilam entre apreciação do dólar ou manutenção do atual patamar. No dia da entrevista, US$ 1 valia R$ 2,32. Para 34% dos empresários consultados, o real perderá ainda mais valor em relação ao dólar. Para outros 57%, a atual taxa de câmbio será mantida, independentemente das oscilações ao longo do ano. O restante, 9%, acredita em apreciação do real no período.

Os empresários estão confiantes em manutenção da queda dos juros. Para 14%, a taxa de juros será reduzida para 8,75% ao ano até o fim de 2009. Outros 80% acreditam que a redução será até 9,75%. O restante acredita em reduções inferiores a essas.

Sobre o desempenho da economia em 2009, 22% dos entrevistados apontaram que o Produto Interno Bruto (PIB) sofrerá retração em 2009, enquanto 61% acreditam que o desempenho será próximo de zero. Entre os demais, 2% consideram que a economia vai crescer numa taxa próxima de 1% em 2009, 13% veem crescimento de 2% e os outros 2% consideram que o aumento do PIB superará 2%.

Barômetro Abdib - O Barômetro Abdib é uma sondagem realizada pela entidade com empresas associadas, independentemente do porte e do mercado de atuação. O objetivo é detectar o humor do empresariado do setor em questões mercadológicas, econômicas e regulatórias. A atual sondagem foi realizada com 46 empresas de diversos portes que atuam em setores de infraestrutura e indústrias de base entre os dias 11 e 13 de março. As empresas atuam nos mercados de energia elétrica (22%), petróleo e gás (24%), saneamento básico (13%), indústrias de base (11%), portos (6%), rodovias (7%), telecomunicações (4%), ferrovias (4%), entre outros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.