Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Abal: produção de alumínio cresce 0,9% no 1º semestre

A produção de alumínio primário cresceu 0,9% no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo dados divulgados hoje pela Associação Brasileira de Alumínio (Abal), a produção somou 821,7 mil toneladas nos primeiros seis meses de 2008, ante uma produção de 814,3 mil toneladas no primeiro semestre de 2007.

Agência Estado |

O maior avanço ficou por conta da CBA, do grupo Votorantim, que ampliou suas vendas em 6,9%, passando de 216,1 mil toneladas para 231,1 mil toneladas. O segundo maior crescimento foi o da Alcoa, com alta de 2,4% e produção acumulada de 185,2 mil toneladas em 2008. A BHP ampliou sua produção em 1,9% no período, somando 90,2 mil toneladas.

As demais fabricantes tiveram queda no volume de alumínio. A Novelis liderou as perdas, com 17,6% de queda, passando de 54,4 mil toneladas para 44,8 mil toneladas. Na Valesul, a queda acumulada foi de 5,9%, com produção de 43,3 mil toneladas. A Albras reduziu seu volume em 0,6% para 227,1 mil toneladas.

Junho

A produção brasileira de alumínio primário cresceu 1,3% em junho em comparação com o mesmo mês do ano anterior, somando 139,1 mil toneladas, ante 137,3 mil toneladas em junho de 2007, segundo dados divulgados pela Abal. Na comparação com maio, quando foram produzidas 139,9 mil toneladas, houve uma queda de 0,5% na produção.

O maior aumento em junho ante junho de 2007 foi obtido pela Alcoa, que teve uma alta de 7,3% na produção em junho. A produção da Valesul cresceu 5,2%, a da BHP Billiton foi ampliada em 0,7% e a da Albras ficou estável. Já CBA e Novelis apresentaram queda na produção de alumínio, de 0,5% e 7,7%, respectivamente.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG