A indústria do luxo, com crescimento desacelerado em 2008 sob o efeito da crise econômica, deverá entrar em recessão em 2009, pela primeira vez em seis anos, previne a empresa global de consultoria Bain & Co. que possui escritórios em quatro continentes.

"O mercado mundial de produtos de luxo, que se pensava poupado pela crise, começa a sentir os efeitos do desaquecimento econômico mundial com o forte risco de entrar em recessão em 2009", pela primeira vez "em seis anos", estimou, em comunicado divulgado por ocasião do lançamento de um estudo setorial.

As vendas mundiais de produtos de luxo deverão recuar 2% em 2009, podendo chegar a até 7%, detalhou.

"As flutuações da moeda e a turbulência econômica vão abalar a confiança de numerosos clientes de luxo de mercados como - Europa, América do Norte e Japão - que representam 80% das vendas mundiais de produtos de luxo, acrescentou a empresa.

Para 2008, Bain & Co. confirma previsões que, no seu entender, sinalizam para um claro desaquecimento do mercado: deverá crescer 3%, a 175 bilhões de euros, após avanços de 6,5% em 2007 e 9% em 2006.

ggy/bow/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.