Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

À espera do plano dos EUA, bolsas asiáticas fecham sem rumo comum

SÃO PAULO - As bolsas de valores da Ásia fecharam sem tendência comum nesta segunda-feira. À espera do anúncio dos detalhes sobre o plano de resgate do governo norte-americano às instituições financeiras do país, os investidores analisam dados macroeconômicos e resultados corporativos.

Valor Online |

Ontem, em programa da Fox News, o conselheiro econômico de Obama, Lawrence Summers, afirmou que o presidente dos EUA e sua equipe estão se concentrando em completar o pacote de incentivo à economia, em debate no Senado. Na semana passada, o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, havia dito que o detalhamento da proposta para socorrer bancos sairia hoje, mas foi adiado.

Os mercados também oscilaram guiados pelos dados de encomendas de máquinas no Japão em dezembro de 2008, que apresentaram queda pelo terceiro mês consecutivo, mas ficaram acima do esperado pelos analistas. A queda foi de 1,7% frente a novembro, mês em que o recuo tinha chegado a 16,2% na mesma base de comparação.

No âmbito corporativo, a Nissan anunciou a demissão de 20 mil trabalhadores. A montadora japonesa divulgou ainda projeção de prejuízo de 265 bilhões de ienes (US$ 2,91 bilhões) no ano que termina em março. As ações da empresa cederam quase 6% em Tóquio.

O índice Nikkei 225, do Japão, fechou em baixa de 1,33% aos 7.969,03 pontos. O Kospi, da Coréia do Sul, também ficou no campo negativo, com queda de 0,63%, aos 1.202,69 pontos.

Já o Hang Seng de Hong Kong, encerrou as operações em alta de 0,84%, aos 13.769,06 pontos, enquanto o Shanghai Composite, de Xangai, avançou 1,99%, aos 2.224,71 pontos.

(Vanessa Dezem | Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG